menu close menu

Palavras do Papa

 Algumas citações dos Papas que fundamentam a necessidade urgente do Apostolado em favor da Modéstia e da Cruzada a favor da modéstia Cristã.[1]


“A verdade mais mal compreendida pelos homens de hoje, pelo menos a julgar da atitude habitual deles, e a verdade que é o mais fundamental para vocês, é a relação da mulher com Deus. A mulher vem de Deus; ela deve a Ele a existência dela, as características da natureza dela, as tarefas dela em terra, e o destino eterno que coroará o cumprimento fiel da missão dela. Esta verdade cuja própria razão pode nos ensinar, adquire na luz de fé sua significação completa e uma certeza absoluta que lhe emprestará apoio indispensável quando vocês forem expostas ao declínio e fluxo de idéias que os romances, os filmes, os palcos, difundem continuamente entre as massas, enquanto lhes dá uma idéia profundamente distorcida da feminilidade.” S.S. Pio XII


———————-


“Acreditamos que essa união contra os vícios da moda deva ser bem recebida pelos pais e esposos, pelos irmãos e por toda a família dessas corajosas batalhadoras. Certamente, gostaríamos que a promovessem e favorecessem, do melhor modo possível, todos os sacerdotes a quem compete o cuidado das almas, lá onde a moda tenha ultrapassado os limites da modéstia e, infelizmente, já os ultrapassou em muitos lugares! Mas a nossa palavra seja acolhida principalmente por vós, amadas filhas, que hoje declarastes vosso desejo de fazer um apostolado no meio do mundo.” S.S Bento XV 


                                                                                                                          ———————-

“Façam tudo o que esteja ao seu alcance para promover, com todo o seu poder, tudo o que tenha a ver com a perfeição da modéstia e o desenvolvimento da moral Cristã. …Mas, como todos facilmente podem ver, o atual modelo de vestido entre as mulheres e especialmente entre as garotas jovens constitui uma grave ofensa à decência, e decência é a ‘companhia da modéstia, companhia na qual a castidade se sente segura’.Carta da Igreja aos bispos (sobre a imodéstia na veste feminina.)


                                                                                                                       ————————

“Cristo é todas as coisas e em tudo”; deixe Cristo estar presente em toda parte. E se vocês Nos perguntam como vocês têm de levá-lO, Nós respondemos: acima de tudo com sua modéstia Cristã. Sem fanatismo, sem maldade, com boa vontade e decisão firme, levem por toda parte o bom tempero de sua modéstia e castidade, as exteriores manifestações espontâneas de sua devoção. S.S. Pio XII


                                                                                                                        —————————

Moda e modéstia devem andar de mãos dadas como duas irmãs, porque ambas as palavras têm a mesma etimologia: elas derivam do latim “modus”, significando a medida certa, e qualquer desvio em uma direção ou outra é considerada não reta, não razoável. Mas a modéstia não é algo apartado da moda. Muitas mulheres, como pobres, tolas criaturas que perdem o instinto de autopreservação e a idéia de perigo, e então jogam-se em incêndios e rios, têm esquecido a modéstia cristã por causa da vaidade e da ambição: caem miseravelmente em perigos que podem significar a morte de sua pureza.” S.S Pio XII


                                                                                                                           ——————-

“O vestuário não deve ser avaliado segundo a estima de uma sociedade decadente ou corrupta, mas de acordo com as aspirações de uma sociedade que premia a dignidade e a seriedade da sua veste pública”. S.S Pio XII 


                                                                                                                             ———————

“Enquanto alguns audaciosos modelos de vestidos continuam sendo um triste privilégio de mulheres de dúbia reputação nenhuma mulher terá coragem de vesti-los: mas no momento em que eles forem usados por pessoas irrepreensíveis, ela não hesitará em seguir o costume, um costume que irá levá-la talvez para as piores quedas”. S.S Pio XII 


                                                                                                                              ——————-

“Mesmo seguindo a moda, a virtude está no meio. Aquilo que Deus pede é recordar sempre que a moda não é, nem pode ser a regra suprema da conduta; que acima da moda e de suas exigências existem leis mais altas e imperiosas, princípios superiores e imutáveis, que em nenhum caso podem ser sacrificados ao talante do prazer ou do capricho, e diante dos quais o ídolo da moda deve saber inclinar a sua fugaz onipotência.”  S.S Pio XII


                                                                                                                       —————-

“É verdade que “algumas mulheres podem dizer que uma forma de vestido é mais conveniente ou até mais higiênica; mas se ela se torna uma ocasião grave e próxima de perigo para a alma, então com certeza não é higiênica para o espírito e você deve rejeitá-la”… Não se vê, portanto, que há um limite que nenhuma idealizadora de modas pode fazer ultrapassar, a saber, aquele além do qual a moda se torna mãe de ruína para a alma própria e dos outros?”. S.S Pio XII


                                                                                                                      ——————

Que a sociedade atual volte “ao caminho da salvação graças aos exemplos e aos ensinamentos, em uma palavra, graças à missão da mulher católica. S.S. Bento XV


                                                                                                                   ——————-

“Se ela [a mulher] se desse conta do que estava fazendo, [ao se vestir com imodéstia] dificilmente poderia chegar ao ponto de entrar na igreja indecentemente vestida e  apresentar-se àqueles que são os naturais e mais credenciados mestres da moral Cristã. S.S. Bento XV


——————-


“Oh mães cristãs, se soubésseis que futuro de perigos e íntimos desgostos, de dúvidas e irreprimível rubor preparais para vossas filhas e filhos, com imprudência em acostumá-los a viver parcamente vestidos, fazendo deles desaparecer o sentido natural da modéstia, vós mesmas enrubesceríeis, e vos horrorizaríeis pela vergonha que causareis a vós mesmas e o dano que fazem aos filhos que vos foram confiados pelo céu, para que crescessem cristãmente”. S.S Pio XII


———————-


“Não temos a intenção de pintar o triste retrato, apenas muito familiar, dos exageros que você percebe sobre você: vestidos que dificilmente são suficientes para cobrir a pessoa, ou outros que parecem concebidos para enfatizar aquilo que deveria esconder; esportes que são realizados com tais vestuários, tanto exibicionismo e em tais companhias que são irreconciliáveis até mesmo com o padrão menos exigente da modéstia; danças, filmes, peças teatrais, publicações, ilustrações, decoração a partir do qual o desejo louco de entretenimento e prazer produz graves perigos. Ao contrário, nós temos o desejo de trazer à mente mais uma vez os princípios cristãos que iluminem suas decisões nesses assuntos, seus passos e guia de conduta, e inspirem e sustentem sua guerra do espírito. É realmente uma guerra. A pureza das almas que vivem em estado de graça sobrenatural não é preservada, nem será preservada, sem luta  S.S Pio XII 


———————


“Mas porque grande é a necessidade do apostolado da mulher, pois a urgência para frear o mal e para fazer florescer o bem é algo maior do que qualquer esforço possível para a criatura, levantamos nossos olhos para o Céu, e ao Céu, de onde nos pode vir o auxílio mais poderoso, confiantes endereçamos a nossa prece S.S Bento XV  


[1]  Papal Teaching, The Woman in the Modern Word, St. Paul Editions (1958)/ E “Discurso Pio XII à União de Alta Costura”


 

Comentários desativados

Comments are closed.