menu close menu

O valor de uma saia básica

saia_basicaPor Julie Maria



Eu me lembro muito bem quando eu comecei a usar saias. Eu ia passar um mês num discernimento vocacional onde só poderíamos usar saias. Esta minha primeira experiência me marcou profundamente, mas não ao ponto de, ao voltar do retiro, desfazer-me de minhas tão “queridas” calças. Para isso foram necessários alguns anos, entre avanço e retrocesso até o dia em que, finalmente, me dei conta que a calça não tinha nada a ver comigo, com a minha feminilidade e vocação.


Não desejo para ninguém que o processo de mudança de calça-saia seja longo como o meu o foi. Por isso, faço tudo que posso para incentivar a todas as mulheres, qualquer que seja sua idade, a “encurtarem” seu processo de mudança e se decidirem de uma vez por todas a usar saias e vestidos modestos. Rasgar e jogar suas calças no lixo seria o ideal para que o desapego seja imediato e definitiva sua adesão à modéstia. Mas como começar? – Bem, que tal tentar algumas dicas que me ajudaram e certamente ajudarão a vocês:


1 – Em vez de comprar saias novas, tente primeiro, encontrá-las no guarda-roupa de sua mãe, tias e primas. Foi exatamente assim que eu fiz. Busquei e encontrei saias que estavam guardadas há muito tempo. Não eram perfeitamente modestas, mas me serviram para o Retiro e, também, para a primeira experiência de usar apenas saia por um mês.


2 – Buscar saias nos brechós, por um preço bem mais em conta do que nas lojas. Já encontrei saias bem legais nestes lugares, especialmente nos EUA, onde este tipo de loja é super comum.


3 – A costureira também é uma ótima opção. Escolha algum modelo bonito e que combine com você, ao contrário da calça que é tão sem graça. Existem mil tipos de tecidos e modelos de saias! O bom de uma boa costureira é que o caimento fica perfeito e sob medida. Esta foi a opção escolhida pela minha cunhada, pois onde ela mora não tem muitas opções. Aliás, ela jamais pensou que algum dia iria usar somente saias…


4 – Há, ainda, algumas lojas (poucas, mas tem) que vendem saias longas por R$20,00 (isso mesmo, vinte reais). Atenção, muita atenção com o tecido! Geralmente, estas são fabricadas com malha que pode “colar” no corpo, marcando-o. Especialmente se for um corpo mais robusto. O ideal é usar saias de tecidos mesmo, ou de malha em modelo com roda para ocultar as curvas que ficam à mostra numa saia justa ou colada.


Não é preciso mudar todo o seu guarda-roupa de uma só vez. Pode-se começar com uma saia, a primeira de muitas…


O importante é não se acomodar. É ter uma firme decisão de usar tão-somente as roupas que revelem a nossa modéstia e feminilidade. E, claro, recorrer sempre a Nossa Senhora para nos dar a graça de compreender e aceitar a roupa modesta como à altura da nossa missão de mulher católica, educadora e, acima de tudo, filha da Rainha!

Share This:

Comments Off on O valor de uma saia básica
Tags: ,