menu close menu

Felicidade Feminina


Enquanto  o plano divino para a mulher, que supera nossa expectativa de felicidade é esquecido, várias ideologias querem seduzir a mulher apresentando imagens falsas que são contrárias à sua realização plena.


Durante algumas décadas existe uma obsessão por fazer da “mulher profissional” (sem jamais ter tempo para pensar em formar família) e “vadia” (sem jamais ter tempo para pensar em ser mãe)” o ideal a que toda mulher deveria almejar para encontrar a tão sonhada felicidade. Basta ver uma das patéticas capas de revistas nas bancas, sempre com os mesmos eufemismos, para reconhecer tal fato.[1]


Enquanto o mundo declara que as “mulheres ganharam a guerra do sexo” como algo bom para elas a verdade é bem diferente: ter a felicidade feminina como sinônimo de ganhar o mesmo salário que o homem, trabalhar as mesmas horas fora do lar e postergar a geração dos filhos para depois dos 40 é ter uma visão reducionista, ridícula e terrivelmente errônea a respeito dela.


Uma pesquisa[2] comprovou exatamente isso: o resultado deste slogan feminista não foi a existência de uma geração de mulheres plenas e realizadas e sim de uma geração frustrada, infeliz, que não sabe mais o que fazer pois gastou sua juventude “tentando ser igual ao homem”. Ela se vê então escrava de seu ego, da moda e da mídia como jamais aconteceu na história.


Em vez de estarem com suas famílias formadas, milhares de mulheres, depois de muita desilusão, estão buscando recomeçar sua vida tentando arrumar um namoro “sério”, que “se Deus quiser termine em casamento”, aos 38, 40, 55 anos. Elas reconheceram, com muita dor, que este “ideal” de estudar faculdade, mestrado, ser independente e nenhuma responsabilidade com filhos e esposo, não é sinônimo da feliz vida que lhes prometeram.


Para refutar este falso ideal e revelar a verdadeira e nobre vocação que Deus confiou à mulher, antes de tudo precisamos deixar-nos tocar pela graça divina para descobrirmos, com novos olhos, as três missões mais importantes que deve arder no coração de toda jovem: o ser esposa, mãe e rainha do lar.


O Apostolado Moda e Modéstia com este site tem a meta de ajudar a cada uma das mulheres neste caminho de santidade que Deus lhes chama. Que Nossa Senhora, Mulher e Mãe Perfeita, nos guie nesta caminhada. Amém.


[1] Exemplo de uma capa de revista e importante vídeo sobre o tema:


[2] Neste excelente vídeo o Padre Paulo Ricardo fala sobre esta pesquisa e explica suas causas.


Comentários desativados